Not support Recaptcha
Pular navegação

Artigo

Saiba quais os benefícios dos jogos eletrônicos

13 de abril de 2022

Tags

  • Pais e Filhos
  • performance de alunos
  • Poliedro Colégio

Saiba quais os benefícios dos jogos eletrônicos

O uso de tecnologias digitais, como celulares, computadores e games está consideravelmente presente no cotidiano de adultos e crianças.

Vivemos em um mundo cada vez mais informatizado, e a interação com esses recursos permite maior agilidade e organização da rotina e oferece meios de entretenimento. O aparato tecnológico tornou-se uma ferramenta que otimiza os estudos e o trabalho. Quando utilizados por crianças, esses suportes podem ainda ser ótimos aliados na descoberta e no desenvolvimento de habilidades diversas.

No entanto, o contato demasiado pode ter o efeito inverso e, por isso, o acesso a tecnologias populares, como os jogos eletrônicos, costuma ser uma grande preocupação entre pais e responsáveis.

Afinal, existe um limite para o uso de games? Quais pontos positivos e negativos essa interação pode trazer?

Para esclarecer essas questões, o Poliedro Colégio preparou este artigo, no qual apresentamos os benefícios e os malefícios do uso dos jogos eletrônicos por crianças. Além disso, você vai entender como mediar, de forma saudável, essa relação.

 A interação com a tecnologia traz benefícios?

Hoje em dia, é muito comum que a maioria das crianças tenha acesso a celular, jogos, televisão e a plataformas de streaming, como YouTube, Netflix, Disney Plus, dentre outras, recursos impensáveis há algumas décadas.  

Com o crescimento das possibilidades de uso para esse público, aumenta também a preocupação dos pais com a frequência do acesso e com os possíveis malefícios que o excesso de exposição pode acarretar. No entanto, existem formas de aproveitar tais recursos de maneira saudável, amenizando os riscos.

Benefícios dos jogos eletrônicos

1- Estimula a criatividade

Existem várias plataformas, jogos e ferramentas que incentivam os usuários a buscarem soluções criativas para a resolução de um problema ou obstáculo. Os jogos são exemplos disso.  Nesse rol, é possível selecionar games adequados para crianças de várias idades.

Cada jogo conta uma história a partir do designer gráfico, das cores, dos personagens, dos sons e dos desafios que colocam a criança em contato direto com o mundo da criação e incentivam-na a fazer parte da narrativa ali proposta.

Nesse sentido, com os games, os pequenos aprendem a ordem e a dinamicidade narrativa contada no jogo, o que contribui tanto para a criatividade quanto para a capacidade de formular as próprias histórias.

Além disso, o contato com as cores, suas combinações e os sons aumenta o repertório criativo da criança!

Exemplos de jogos para aguçar a criatividade:

  •   Hora da aventura: deu a louca no tempo (disponível para Android e IOS)

Ambientado em um cenário bastante colorido e envolvente, os personagens Finn e Jake têm como desafio reorganizar a ordem do tempo. Para isso, eles precisarão ultrapassar obstáculos, enfrentar os inimigos e realizar missões.

Os personagens são criações bastante populares do Cartoon Network e fazem sucesso entre as crianças (e até entre os adultos!)

Esse game é perfeito para crianças de 6 a 10 anos de idade.

  •  Meu malvado favorito

Inspirado no filme de mesmo nome, esse game costuma agradar muito os fãs dos Minions — aqueles personagens amarelos, divertidos e cheios de trapalhadas!

Os cenários são elaborados em 3D, trazem surpresas e muitos obstáculos, que prometem bom entretenimento para os pequenos.

O jogo é simples de ser manuseado e é ideal para as crianças de 7 anos.

  •   Bebi family games

(Disponível para IOS)

O aplicativo Bebi family games oferece várias modalidades de jogos para crianças em idade pré-escolar (a partir de 2 anos).

Os games da plataforma trazem opções que prometem ajudar no desenvolvimento motor e no reconhecimento de cores e sons, a partir de dinâmicas adequadas para as crianças dessa idade.

Confira mais em: Bebi family games

 

2- Exercita o raciocínio lógico

 Além do estímulo à criatividade, a maioria dos games exige do jogador concentração e rapidez para que as decisões tomadas ao longo da brincadeira sejam acertadas. Os obstáculos e desafios costumam surgir inesperadamente, por isso os movimentos precisam ser cuidadosamente pensados e aplicados com rapidez. Essa característica está presente na maioria dos jogos e é o que faz com que eles auxiliem no desenvolvimento do raciocínio lógico.

Se você não sabe por qual jogo começar, indicamos a seguir. Acompanhe a leitura!

  •  Quebra-cabeças

Os famosos quebra-cabeças agora possuem versão digital e podem ser acessados pelo celular. Com formulações mais atrativas, jogos como REBUS (Android e IOS) e AZZL (IOS) induzem os jogadores a buscarem associações lógicas para solucionar os quebra-cabeças.

  •  Minecraft

Disponível para Android e IOS, o jogo de sobrevivência Minecraft é um dos games eletrônicos mais vendidos atualmente e é indicado para crianças a partir dos 8 anos de idade. Nele, o jogador cria a sua própria narrativa e explora um mundo tridimensional construído em blocos pixelados.

O objetivo principal é sobreviver e, para isso, o gamer cria as suas próprias ferramentas e pode ainda conquistar progressos na narrativa. Para continuar no jogo, além de criatividade, é preciso agilidade e atenção aos detalhes!

 

3- Desenvolve inteligência emocional

No mundo dos jogos eletrônicos, os jogadores entram em contato com emoções, como alegria e até mesmo frustração.

Tais sentimentos, ao serem acionados em um contexto de entretenimento e diversão, colaboram para que a criança consiga elaborar e lidar com essas sensações também no mundo real.

Ademais, há jogos que apresentam sentimentos específicos aos jogadores, como o Gumball: confusão no arco-íris.

Esse game — disponível para Android e IOS e de indicação livre — é baseado no desenho animado O estranho mundo de Gumball. Nele, as crianças precisam fazer com que os personagens, Gumball e Darwin, levem o arco-íris de volta para o céu. No entanto, será preciso deter o Ciúme, que não deixa que as cores sigam o caminho correto.

Legal, né?

4- Desperta o interesse em matérias escolares

Os jogos eletrônicos também podem ser extremamente educativos! Há uma série de games voltados para o desenvolvimento de habilidades nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática — além de outros componentes curriculares.

Aliás, pode ser uma excelente alternativa para despertar o interesse do seu filho pelos aprendizados escolares.

Acesse opções pelos links: Jogos de Língua Portuguesa; Jogos de Matemática  

Leia também: 5 ideias de jogos para aprender inglês em família

 

Alguns malefícios dos jogos eletrônicos

Embora os jogos eletrônicos tenham benefícios tão importantes para o desenvolvimento das crianças, é preciso que pais e responsáveis monitorem alguns aspectos do uso para evitar possíveis problemas, como:

  • problemas de postura;
  •  distúrbios do sono;
  • obesidade;
  • introspecção;
  • irresponsabilidade com os compromissos cotidianos. 

Tempo excessivo nos jogos, falta de acompanhamento por parte dos pais e atividades monotemáticas podem gerar malefícios como os descritos acima.

Como evitá-los?

Para que os games não sejam gatilhos de aspectos negativos, recomenda-se que pais e responsáveis tenham atenção a todo tempo, mas principalmente quanto aos aspectos abaixo:

1- à indicação etária dos jogos (não permita que a criança acesse jogos inapropriados para a sua idade);

2- à postura da criança ao sentar-se para jogar;

3-   ao limite de tempo (estabeleça pouco tempo por dia, entre 30 minutos e 1 hora).

 

Além disso, incentive outras atividades e brincadeiras fora das telas, que priorizem o movimento físico e a interação com outras crianças e com os próprios responsáveis. Da mesma forma,  só permita que o seu filho jogue, caso as tarefas e responsabilidades diárias sejam cumpridas.

A atenção e uso moderado são as chaves principais para que as crianças desfrutem melhor dos jogos eletrônicos!

Com todas essas dicas, não vão faltar opções para que seu filho aprenda e se divirta muito brincando! Gostou do conteúdo? Então, não deixe de acompanhar o Blog Poliedro!

Siga o Colégio Poliedro
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas

Assine nossa newsletter